top of page
Ainda que eu pudesse, de alguma forma, externalizar todos os meus sentimentos a respeito de ressignificar as formas de gestar afetos e, portanto, relações, ainda assim não acreditava que isso fosse o suficiente. Foi assim que surgiu "bixa ex-monogâmica" fruto de um empenho acadêmico, político e de interesse pessoal visto que, hoje, me identifico como pessoa não-monogâmica política. O livro, pequeno em quantidade de páginas, mas com uma certa densidade necessária para a reflexão de temáticas inerentes à não-monogamia, foi gestado ainda no final de novembro de 2020 quando estava em Recife e me expus ao exercício de revisitar alguns fatos marcantes do meu passado, à época, ainda uma bixa monogâmica. Contudo, essa “retrospectiva” foi realizada com a minha atual visão e concepção de bixa não-monogâmica. O livro pretende refletir algumas vivências pessoais minhas, sobretudo, as relações afetivas-amorosas, mas não se fixando somente a estas. Há narrativas que entrelaçam amizade, paixões e família, partindo sempre de um lugar e experiência de não-integralização na sociedade, o lugar que muitas de nós, bixas negras e afeminadas, socialmente ocupamos. Confesso, contudo, que não fiz do livro um diário, apesar de muitas das ideias temáticas partirem do meu diário pessoal. O tom do livro é, sobretudo, político, mas também social e em algum nível intelectual, visto que proponho tensionar algumas questões dadas, essencializadas e ensaio a proposta de outras reflexões. "Bixa ex-monogâmica" é o primeiro livro de uma trilogia a qual pretendo lançar nos próximos dois anos e que, sem dúvidas, é um dos meus trabalhos que possuem um significado e importância singular, especialmente pelo momento e fase de vida que experiencio. Por fim, não pretendo esgotar a discussão sobre a temática da não-monogamia, o movimento aqui, no entanto, é outro: de contribuir de forma reflexiva e singular na construção de produções científicas de (e com) sujeitos que, historicamente e socialmente considerados abjetos, cada vez mais assumem o protagonismo de suas próprias produções na contemporaneidade.

Bixa ex-monogâmica

  • Alef Santana
DEPOIS-DA-MEIA-NOITE.png

DEPOIS DA MEIA-NOITE

Por Alan Silva

ku-logo-orange-black._CB485916766_ (1).png

publicidade

Você pode gostar de