top of page

O homem negro tem espaço para ser vulnerável? Esse homem pode chorar e existir ao mesmo tempo?


Com três contos inéditos, nesta nova edição de Homens pretos (não) choram, Stefano Volp joga luz sobre as feridas, os medos e a solidão do homem, sobretudo o negro, para buscar respostas sobre uma sociedade incapaz de compreender as vulnerabilidades e sutilezas que existem para além da imagem que se constrói das pessoas.

Homens pretos (não) choram

  • Stefano Volp

DEPOIS-DA-MEIA-NOITE.png

DEPOIS DA MEIA-NOITE

Por Alan Silva

ku-logo-orange-black._CB485916766_ (1).png

publicidade

Você pode gostar de