8 Livros LGBTQIAP+ que vão fazer você chorar

Categoria

Especiais

Uma lista de livros pra ler com o lencinho do lado

As narrativas tristes, trágicas ou emocionantes também são importantes quando se fala em representatividade. E uma história não arranca lágrimas só quando termina em tragédia, às vezes, no fim, pode até ser que uma história muito triste deixe quem lê com o coração quentinho, ou até aliviado. Falamos um pouco mais sobre isso em uma análise de O homem de lata.

E, para quem gosta de histórias onde é necessário deixar uma caixinha de lenços do lado, preparamos essa lista:

8 Livros LGBTQIAP+ que vão fazer você chorar

Agora que ele se foi

Elizabeth Acevedo

Depois da morte do pai, Camino e Yahaira vão descobrir a existência uma da outra. Além de lidar com o luto pela perda trágica, elas precisam lidar com as consequências dessa morte em suas vidas. Agora que ele se foi é narrado em versos livres, sob os pontos de vista das duas irmãs, Camino, na República Dominicana e Yahaira nos Estados Unidos.


Os dois morrem no final

Adam Silvera

Mateo e Rufus receberam uma ligação da central da morte e agora sabem que só têm 24 horas de vida. Eles não se conhecem, mas estão à procura de um amigo que possa ajudá-los nesses momentos de angústia. Em Os dois morrem no final, com a ajuda de um aplicativo, Mateo e Rufus vão se encontrar para uma última grande aventura: viver uma vida inteira no pouco tempo que resta.


A lista da sorte

Rachael Lippincott

Depois que a mãe de Emily morreu, nada mais parece dar certo em sua vida. Seu pai decide vender a casa em que ela cresceu e convida Blake para ajudar na mudança. Durante a arrumação, ela acaba encontrando uma lista com 12 coisas que a mãe gostaria de ter feito antes de terminar a escola. Em A lista da sorte, Emily está decidida a realizar cada item da lista e acaba se reconectando com a mãe e se conectando com Blake. Agora ela precisa lidar com partes suas que não teve a chance de compartilhar com a pessoa que a conhecia melhor do que ninguém.


Felix para sempre

Kacen Callendar

Felix para sempre conta a história de um jovem que, apesar de ter amor no nome, nunca se apaixonou. Ele deseja muito entender o que é se apaixonar, apesar do medo de ser marginalizado por ser trans queer e negro. Quando um estudante anônimo expõe na escola fotos de Felix antes da transição, o jovem cria um plano de vingança que o coloca em um triângulo amoroso. No meio disso tudo, ele vive uma jornada de questionamentos e autodescobertas.


Sempre estive aqui

Amanda Or (Maria Freitas)

Karin e Thiago sempre estiveram muito perto um do outro, mas nunca se notaram. Ela sempre sonhou com um grande amor, ele sempre amou Marcela, com quem se casou, mas acabou se separando. Em Sempre estive aqui, um acidente vai mudar tudo e uma viagem para Acapulco vai deixar Karin bem perto de viver a história que sempre sonhou. O problema é que Thiago esconde um segredo que pode estragar tudo.


Querido Ex

Juan Jullian

Querido ex é uma história narrada por meio de cartas que um jovem escreve para o ex-namorado. Depois de ver o namoro terminar, esse jovem agora vai ter que lidar com o fato do ex estar sendo amado no Brasil todo depois de participar de um reality show. Esse ex foi uma experiência terrível em sua vida e vários desses momentos são lembrados durante as cartas.


Goiaba

João Luiz e Nicolas Maia

Goiaba é uma história em quadrinhos fala sobre dois melhores amigos e a última vez em que eles subiram juntos no pé de goiaba. Não dá para falar muito mais pois é uma história curtinha, mas cheia de delicadeza.


Quando Fernando morreu

Beatriz Lucio

Em Quando Fernando morreu, Virgínia sempre amou seu marido, Fernando, mas com a morte do homem, os alicerces que a mantinham segura caem por terra. Antigos medos retornam para atormentá-la. Enfrentar um dia após o outro parece impossível, quando não se consegue enfrentar nem o que você realmente é.


Lembrando que temos muitas outras listas aqui. E, se você quer mais livros LGBTQIAP+ para chorar, confira a parte 1 dessa lista lá no nosso Instagram: