top of page

"Cheiro de terra molhada, as bruta da pecuária... Fivela, chapéu, manga larga marchador" - Não Para, Ana Castela

Faz 358 dias que Eliza só consegue pensar em uma coisa: se vingar do primo Caio, o cretino que a tirou do armário para toda a família em pleno 31 de dezembro.

Quase um ano depois, na véspera de natal, Eliza retorna ao sítio onde sua família passa as festas de fim de ano disposta a fazer qualquer coisa para humilhar Caio. O plano perfeito se forma em sua cabeça quando ela conhece Lua, a nova namorada do primo, uma tímida garota do interior que usa chapéu, botas de montaria e camisa xadrez - e que imediatamente faz o gaydar de Eliza apitar. Eliza acabou de passar por um término de namoro traumático e acredita que um pequeno jogo de sedução vai fazer bem para recuperar seu ego ferido... Isso, é claro, se ela não se apaixonar no meio do caminho. Lua, por sua vez, faz de tudo para resistir às investidas de Eliza, mas as coisas vão saindo de controle conforme ela entra em termos com sua própria sexualidade. Quando finalmente se entrega, as duas vão viver momentos intensos e quentes por todos os cantos do sítio, correndo o risco de serem pegas pela família de Eliza - ou, pior, pelo próprio Caio.
"Cheiro de terra molhada, as bruta da pecuária... Fivela, chapéu, manga larga marchador" - Não Para, Ana CastelaFaz 358 dias que Eliza só consegue pensar em uma coisa: se vingar do primo Caio, o cretino que a tirou do armário para toda a família em pleno 31 de dezembro.Quase um ano depois, na véspera de natal, Eliza retorna ao sítio onde sua família passa as festas de fim de ano disposta a fazer qualquer coisa para humilhar Caio. O plano perfeito se forma em sua cabeça quando ela conhece Lua, a nova namorada do primo, uma tímida garota do interior que usa chapéu, botas de montaria e camisa xadrez - e que imediatamente faz o gaydar de Eliza apitar. Eliza acabou de passar por um término de namoro traumático e acredita que um pequeno jogo de sedução vai fazer bem para recuperar seu ego ferido... Isso, é claro, se ela não se apaixonar no meio do caminho. Lua, por sua vez, faz de tudo para resistir às investidas de Eliza, mas as coisas vão saindo de controle conforme ela entra em termos com sua própria sexualidade. Quando finalmente se entrega, as duas vão viver momentos intensos e quentes por todos os cantos do sítio, correndo o risco de serem pegas pela família de Eliza - ou, pior, pelo próprio Caio.

A namorada do meu primo

  • Bia Crespo

DEPOIS-DA-MEIA-NOITE.png

DEPOIS DA MEIA-NOITE

Por Alan Silva

ku-logo-orange-black._CB485916766_ (1).png

publicidade

Você pode gostar de