top of page
Angélica está morta há 52 anos, vítima dos conflitos de um Brasil sombrio e violento. Aprisionada na casa em que foi executada, é acostumada a ser vista apenas como um ser de aparência macabra pelos poucos médiuns que vagam pelo nosso mundo. Assim, não é surpresa alguma que a garota fantasmagórica seja acostumada à solidão.
Tudo se transforma quando uma nova família se muda para a sua casa, trazendo consigo outra jovem, Cássia, que consegue ver Angélica exatamente como ela era antes de acompanhar a Morte, sem a aparência horripilante apresentada à maioria dos médiuns.
Através da convivência, Cássia passa a quebrar as barreiras de Angélica, provando-lhe que até uma alma penada pode voltar a sentir e se importar.
Mas estaria essa relação destinada a durar?

Aquela Que Se Destaca

  • Aurélio Nery
DEPOIS-DA-MEIA-NOITE.png

DEPOIS DA MEIA-NOITE

Por Alan Silva

ku-logo-orange-black._CB485916766_ (1).png

publicidade

Você pode gostar de