top of page

As cortinas se abrem para um caso inesperado... Com protagonismo negro e bissexual, o eletrizante thriller psicológico de Stefano Volp traz a história de um jornalista que vai investigar a morte  de seu melhor amigo de infância, enquanto lida com visões desconcertantes, segredos perigosos e traumas do passado.

 

Mergulhar nos pecados do passado pode ser uma viagem só de ida.  

 

O solitário Daniel é um jornalista negro que escreve para a seção investigativa de uma revista independente. Ao saber da trágica morte de Romeu, seu melhor amigo de infância, ele decide voltar à sua cidade natal, Ubiratã, para investigar o caso, o qual a polícia prontamente concluiu ter sido suicídio.

 

Após dez anos longe, Daniel se vê de volta à pequena cidade onde cresceu. Seu regresso à casa é problemático. Bissexual, ele sempre se sentiu deslocado naquele bairro separado do resto da cidade por um rio. A nova companhia de teatro, figuras políticas da cidade, os membros de uma seita religiosa e famílias que não querem ser incomodadas são viradas de cabeça para baixo com a presença do jornalista e sua investigação criminal.Há, também, algo do passado de Daniel de que ele não consegue – ou não quer – lembrar. Em vez de memórias, tem visões de um menino, que aparece para ele com mensagens indecifráveis. Agora, quanto mais se aproxima da verdade, mais visões tem e mais ele deve descobrir sobre si mesmo.

O beijo do rio

  • Stefano Volp

DEPOIS-DA-MEIA-NOITE.png

DEPOIS DA MEIA-NOITE

Por Alan Silva

ku-logo-orange-black._CB485916766_ (1).png

publicidade

Você pode gostar de