21 autories não-bináries

Categoria

Por letra

O Dia do Orgulho Não-Binário está chegando

14 de julho é o Dia Internacional do Orgulho Não-Binário e a gente já começa a semana falando sobre essa representatividade na nossa literatura. Hoje, abrindo os trabalhos, vamos falar sobre escritories não-bináries que estão por aí contando histórias. Tem gente que vocês já conhecem, mas também tem uma galera para começar a acompanhar a partir de hoje!

21 autories não-bináries

Akwaeke Emezi (elu)

É escritore e videoartista, suas obras mais conhecidas são Água doce, Pet e seu romance best-seller do New York Times The Death of Vivek Oji. Escreve ficção especulativa, romance, memórias e poesia para jovens e adultos com temas principalmente LGBT.


Alan Silva (qualquer pronome)

Nasceu em 1997 e é professor de Português e Espanhol. Começou a escrever com dez anos de idade e alguns anos depois publicou seu primeiro livro. É leonino, paulista, bissexual, não-binárie e poliamoroso. É autor de Isaac, Poliana, O terno laranja entre outras obras.


Alice Oseman (ela/elu)

Nasceu em 1994 em Kent, Inglaterra, e é escritora e ilustradora. Pode ser encontrada encarando a tela do computador por horas a fio, questionando a falta de sentido da existência, ou fazendo de tudo para evitar um emprego em escritórios. Além de escrever e ilustrar Heartstopper, Alice escreveu romances para o público jovem, como Um ano solitário, Sem amor e Rádio silêncio.


Bruna Catarina (ela/ele/elu)

Gosta de ler e escrever e faz parte do Bookish Morning onde fala sobre literatura LGBTQIAP+. Escreveu Temos um acordo? e também é possível encontrar suas histórias nas antologias Lovaholics e Chuva Na Janela.


Camila Cerdeira (ele)

Fotógrafo, escritor e produtor de conteúdo. Cearense. Autor de A Noite Cai, Física do amor, além de ter contos nas antologias As Artes Mágicas de Ignoto e Fábulas e Lendas Africanas Reimaginadas.


Casey McQuiston (qualquer pronome)

Cresceu no sul de Louisiana. Estudou jornalismo e trabalhou em revistas por anos, até retornar ao seu primeiro amor: comédias românticas alegres, excêntricas e escapistas. Vive em Nova York com sua poodle Pepper. Vermelho, branco e sangue azul, seu primeiro romance, é um best-seller mundial. Também escreveu Última parada e Eu beijei Shara Wheeler.


Jonathan Van Ness (elu/ele/ela)

É uma personalidade da televisão, podcaster e cabeleireiro de celebridades. Ganhou o Critics' Choice Awards e é estrela de Queer Eye. Seu podcast foi listado como um dos melhores de 2018 e ganhou o iHeart Radio Award como melhor podcast LGBTQIA+. Escreveu três livros, Over the top: my story, Love That Story: Observations From A Gorgeously Queer Life e Pingo em busca do ouro, seu primeiro livro infantil.


Jordana M (ele/ela)

Bibliotecária, escritora e criadora de conteúdo no Instagram literário @bibliotecajordana desde 2019 em que publica conteúdo autoral sobre literatura nacional e Biblioteconomia. Organizou e participou das antologias Sentimentos Poéticos, Meu (não) tão querido ex e Tudo o que eu quero de natal é você: vermelho. Escreveu também os contos sáficos Se você soubesse e Enquanto as estrelas existirem.


Kacen Callender (elu/ele)

Escreve histórias de fantasia e ficção contemporânea para crianças e jovens adultos. Já recebeu diversos prêmios por sua escrita, entre eles o National Book Award e o Stonewall Honor Book por Felix para sempre. Se formou bacharel em Artes pela Sarah Lawrence College e Mestre em Belas Artes pelo programa de escrita criativa para jovens da New School, em Nova York. Também é autore de King e as libélulas.


Kerolyne T. (qualquer pronome)

Além de escrever as próprias histórias, presta serviços editoriais para autores independentes. Utiliza a formação em Letras-Português, a vivência e os estudos sobre a realidade LGBTQIA+ e os processos de racialização marrom no Brasil, oferecendo trabalhos de leitura sensível, leitura crítica e revisão. É autore de Ellara e o segredo das folhas.


Keziah Prado (qualquer pronome)

Autor nordestino independente e engenheiro de software. Escreve histórias sáficas e com protagonismo LGBT que estão disponíveis na Amazon. Vencedor do Prêmio LiTi 2021, com Cromático, também escreveu DejaVu, Coisas que Perdi no Caminho de Casa e tá tudo bem.


Koda Gabriel / Koda G (ele)

Meio programador e meio escritor. Posta contos por aí e tem como objetivo máximo que todas suas histórias sejam cheias de representatividade. É apaixonado por videogames, fantasia, RPG e alguns romances água com açúcar. É autor de Ela, videogames e muito sobre nós, Jogador número 3 e tem um conto na antologia Vozes Trans.


Limão (ela/ele/elu)

Escritor e ilustrador, é responsável por diversas capas do mercado editorial, como o projeto Amor entre garotas, Vozes negras, Cartas para Martin e Reticências. Como escritor, assina o conto Match Point na antologia Vozes Trans.


Lindsay Al’Rodges (elu/ele)

Escreve dramas/romances com protagonismo LGBTQIAP+ que variam entre New Adult e Fantasia. Começou a publicar seus contos no Wattpad, onde venceu um Wattys em 2020 com Extrato Cósmico e depois passou a se aventurar na Amazon. Não garante finais fechadinhos e felizes em todas as obras, mas sempre oferece sentimentos intensos em tudo que se propõe a escrever. Também escreveu Frio demais para os anjos voarem e Alegórico das 5:30.


Lira Queiroz (elu/ele)

Pintore desde os 15 anos, hoje é também ilustradore, desenhista, escritore e pesquisadore. Trabalha primordialmente com as artes visuais e a escrita enquanto artista independente. Na antologia Vozes Nordestinas, assina o conto Afrotransciborgues.


Maria Freitas (ela/ele)

É autora de Emma, Cobra e a garota de outra dimensão, da coleção de contos com protagonismo bissexual Clichês em rosa, roxo e azul e de Cartas para Luísa, livro vencedor do prêmio Mix Literário em 2020. Como Amanda Or, escreveu o romance Sempre estive aqui.


ND Stevenson (ele)

Cartunista norte-americano, conhecido pela webcomic de fantasia Nimona e pela série de quadrinhos Lumberjanes, e ganhou um Eisner Award por ambas. Também é criador do reboot da série de animação She-Ra.


Nicholas Jade (ele/elu)

Escritor e leitor sensível voltado para transgeneridade e relacionamentos aquileanos. É autor de Arrebol - Encontro de Luz e Sombras, obra publicada na Amazon junto com Thays Deratani.


Nick Nagari (ele)

Criador de conteúdo e palestrante, escreve sobre bissexualidade e transgeneridade. É autor dos contos Cinco mil explicações e Num Estalar de Dedos, ambos disponíveis na Amazon.


Rod Carvalho (elu)

Começou a escrever em blogs e hoje já escreveu livros jovens adultos, trabalha com marketing digital e adora literatura. É autore de Flores amarelas, Flores brancas e vermelhas, Um respingo de tinta e do outro lado da linha.


Xiran Jay Zhao (elu)

Nasceu em uma pequena cidade na China e formou-se no Canadá, onde passou mais tempo do que deveria escrevendo fantasia e ficção científica. Costuma postar memes no Twitter, cosplays e looks incríveis no Instagram, além de fazer vídeos sobre história e cultura chinesa no YouTube. Viúva de Ferro é seu romance de estreia.


 

E aí, tinha alguém que você não conhecia nessa lista? Até conhecia alguém mas não sabia que era uma pessoa não-binária? Para mais listas assim, resenhas e para visitar nosso catálogo, é só navegar neste belo site!