top of page

15 livros LGBTQIAP+ sobre autodescoberta.

Algum livro te ajudou no processo de autodescoberta e aceitação? Separamos uma lista com 15 livros sobre o tema.


1. Isaac

Alan Silva

Isaac é um livro que ensina o básico da vida: Sobreviver. O livro cresce conforme Isaac vai amadurecendo, tantos seus pensamentos, quanto a sua forma de se comportar. Uma história de amor, respeito e perdão. Descubra como um garoto de dez anos seguiu o sonho de ser escritor, e as dificuldades que ele teve ao longo do caminho, mergulhe nas cartas de Isaac, e tente não se afogar em lágrimas.


2. Heartstopper

Alice Oseman

Em Heartstopper, Charlie Spring e Nick Nelson não têm quase nada em comum. Charlie é um aluno dedicado e bastante inseguro por conta do bullying que sofre no colégio desde que se assumiu gay. Já Nick é superpopular, especialmente querido por ser um ótimo jogador de rúgbi. Quando os dois passam a sentar um ao lado do outro toda manhã, uma amizade intensa se desenvolve, e eles ficam cada vez mais próximos.


Charlie logo começa a se sentir diferente a respeito do novo amigo, apesar de saber que se apaixonar por um garoto hétero só vai gerar frustrações. Mas o próprio Nick está em dúvida sobre o que sente ― e talvez os garotos estejam prestes a descobrir que, quando menos se espera, o amor pode funcionar das formas mais incríveis e surpreendentes.


3. Eu e você contra o mundo

Felipe Mateus

Eu e você contra o mundo levanta o questionamento: O que acontece quando você descobre que está apaixonado pelo seu melhor amigo?


Após um longo período de isolamento social, Arthur e Davi finalmente vão se reencontrar no verão. Eles são melhores amigos há tempo o suficiente para conhecerem todos os medos e inseguranças que tentam esconder do mundo e que, juntos, lutam diariamente para enfrentar. Entre maratonas de Glee, drinques e sonhos compartilhados, Arthur e Davi construíram uma amizade sólida. Mas, quando o reencontro esperado finalmente acontece, sentimentos e vulnerabilidades antigas são expostas, deixando-os em um dilema que precisarão resolver até o fim do dia.


4. Imogen, obviamente.

Becky Albertalli

Imogen até pode ser obviamente hétero, mas faz por merecer sua carteirinha de Maior Aliada da Comunidade LGBTQIAPN+ do Mundo.


Suas melhores amigas são da comunidade LGBT ― temos Gretchen, colega de turma que ajuda Imogen a não ocupar nenhum lugar de fala que não lhe pertence; e Lili, que acabou de se assumir para o mundo e está florescendo com seus novos amigos superlegais e superqueers da universidade. Imogen está muito feliz por Lili. Qualquer aliada estaria. E, agora que finalmente está indo visitar a amiga no campus, Imogen está pronta para apresentar sua carteirinha. Para tudo que precisar, Lili pode contar com ela. Mesmo que isso signifique distorcer a verdade um pouquinho. Tipo quando Lili solta a bomba de que contou para todos os seus novos amigos que ela e Imogen namoraram. E nenhum deles sabe que Imogen é irremediavelmente hétero ― nem mesmo Tessa, melhor amiga de Lili da faculdade. Acontece que, quanto mais tempo Imogen passa com a caótica e charmosa Tessa, mais ela questiona se “obviamente hétero” ainda serve para descrevê-la…


5. Eros e Apolo

Dante Fernandes

Em Eros e Apolo, Nicolas começa a se questionar se vale a pena seguir com seu plano de vingança até o fim, mesmo que isso signifique sua própria ruína.


6. O primeiro beijo de Romeu

Felipe Cabral

Romeu está prestes a beijar pela primeira vez. E tudo seria perfeito, se não fosse por um colega de turma querendo arranjar confusão e um Prefeito... Sensível e potente, O primeiro beijo de Romeu é o primeiro romance jovem adulto do premiado roteirista Felipe Cabral.


7. Tulipa, Luz e os fantasmas do passado.

Lolline Huntar'z

Tulipa é influenciadora digital espiritualista e tenta, com seus vídeos de relatos sobre experiências espirituais macabras, acalmar os corações de seus seguidores com a intenção de ensiná-los a lidar com a sensitividade de uma forma melhor do que ela mesma teve na sua adolescência. Depois de anos sem problemas com o demônio que invocou para si mesma aos quinze anos de idade, em uma jornada repleta de espíritos bons e ruins, Tuli recebe uma canalização de amor que vai mudar sua vida para sempre e vai trazer de volta amores e fantasmas do passado, com os quais vai ter que lidar enquanto resolve seus traumas pessoais e tenta descobrir mais sobre a própria identidade de gênero.


8. Sem amor

Alice Oseman

Georgia nunca se apaixonou, nunca beijou ninguém, nunca nem teve um crush. Mas, como uma eterna romântica obcecada por fanfics, ela tem certeza de que vai encontrar sua pessoa um dia. É isso que uma sociedade obcecada por paixão e sexo lhe ensinou. Quando começa a universidade com seus melhores amigos, Pip e Jason, em uma cidade diferente e bem longe de casa, Georgia está pronta para encontrar um grande amor. De repente, ela se sente mais insegura do que nunca sobre seus sentimentos. Será que está mesmo destinada a permanecer sem amor? Ou será que só estava procurando a coisa errada esse tempo todo? Quanto mais ela vai ter que esperar pelo seu felizes para sempre?


9. Sentimentos impressos em mim

Emerson Almeida

Sentimentos Impressos em Mim apresenta dois homens amando-se da forma mais genuína possível, com cenas explícitas que não são recomendadas para menores de idade. Então, se você não é adepto à essa forma de demonstração de afeto, este livro não foi feito para você!


10. Todos, nenhum: simplesmente humano.

Jeff Garvin

Numa narrativa em que o isolamento é palpável a cada cena, Jeff Garvin traça um poderoso retrato da juventude contemporânea. Somos convidados a viver a trajetória de Riley e entender o quê, afinal, significa ser humano. Todos, nenhum: simplesmente humano é seu romance de estreia.


11. Tipo uma história de amor

Abdi Nazemian

Tipo uma história de amor é um romance LGBTQIAPN+ que mergulha na cultura iraniana enquanto explora os desafios de ser um adolescente gay nos anos 1980 e a luta contra o preconceito.


12. Nadando no escuro

Tomasz Jedrowski

Do intoxicante primeiro amor até a dor de crescer, Nadando no escuro é uma potente mistura de intrigas políticas pós-guerra e romance. Tomasz Jedrowski criou uma inesquecível e instigante história que explora liberdade e amor em todas as suas formas.


13. Com amor, Simon

Becky Albertalli

Em Com amor, Simon, o protagonista Simon Spier tem dezesseis anos e é gay, mas não conversa sobre isso com ninguém. Ele não vê problemas em sua orientação sexual, mas rejeita a ideia de ter que ficar dando explicação para as pessoas ― afinal, por que só os gays têm que se apresentar ao mundo? Enquanto troca e-mails com um garoto misterioso que se identifica como Blue, Simon vai ter que enfrentar, além de suas dúvidas e inseguranças, uma chantagem inesperada.


14. Rumores da cidade

Lucas Rocha

Munido de uma nova perspectiva, André percebe que não é provável que ele seja o único gay de Lima Reis. Além disso, o garoto acaba encontrando diversos indícios de que seu pai possa estar envolvido em casos de corrupção. Entre manter as aparências e fazer o que é certo, André não terá como fugir de algumas escolhas e precisará enfrentar todos os rumores da cidade para seguir o caminho que acredita.


15. Feitos de Sol

Vinicius Grossos

Feitos de Sol narra a história de Cícero que é um nerd de quinze anos, fã de quadrinhos e que acredita que o mundo vai acabar na virada de 1999, por causa do bug do milênio ― quando os computadores de todo o planeta iriam se descontrolar por não terem sido programados para entender a mudança das datas. Vicente também acredita no fim do mundo, mas por outro motivo: o Apocalipse. Com suas diferenças, crenças e afinidades, Cícero e Vicente vão juntos desbravar um mundo além do que conheciam e, no caminho, descobrir mais sobre si mesmos. Dois jovens com histórias de vida cheias de adversidades e reviravoltas, numa época em que tudo era ainda mais complicado... É quando aparece, sem avisar, o amor...


Gostou da lista? Conhece mais algum? Indique nos comentários.



27 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page