top of page

8 HQs LGBTQIAP+ pra quem amou Heartstopper

Aquela seleção de HQs LGBTQIAP+ que você estava procurando depois de se apaixonar por Heartstopper.

O sucesso de Heartstopper na Netflix está fazendo muita gente procurar por mais HQs LGBT. A série foi adaptada dos quadrinhos de Alice Oseman, que já tem cinco volumes publicados no Brasil. Se você é uma pessoa apaixonada por histórias assim, a gente preparou uma lista com outras HQs com protagonismo LGBT publicadas no Brasil. Tem histórias mais emocionantes, mais levinhas e até autobiográficas! Confere só:


1. Arlindo

Ilustralu

Arlindo é uma HQ que conta a história de um garoto cheio de sonhos que vive numa cidade pequena, no interior do Rio Grande do Norte. Na obra é possível acompanhar a rotina de Arlindo com sua família, suas descobertas e suas paqueras. Mas nem tudo é perfeito na vida dele, afinal algumas pessoas na cidade não o aceitam e ele passa a enfrentar problemas em casa e na escola.


É uma HQ nacional, fofa, que fala de coisa séria, mas também é repleta de referências aos anos 2000. Tem desde o aluguel de filmes na locadora até músicas de Sandy e Junior cantadas no chuveiro. História perfeita para quem quer valorizar ainda mais a produção de obras nacionais.


2. O príncipe e a costureira

Jen Wang

Nessa HQ fofa, a história de um príncipe que ama usar vestidos se junta a de uma costureira que sonha em ser reconhecida por suas produções. Os pais de Sebastian estão em busca de uma esposa para ele, mas o que nem desconfiam é que, à noite, o príncipe sai às escondidas e se transforma no ícone fashion Lady Crystallia. Frances, costureira e amiga do príncipe, conhece o segredo, mas isso significa que ela pode nunca ter o reconhecimento por suas criações.


Uma HQ apaixonante que conquistou diversos prêmios desde o seu lançamento. No Brasil, O príncipe e a costureira tem tradução de Vic Vieira e está disponível pela Dark Side.


3. Fun Home

Alison Bechdel

História autobiográfica em HQ? Tem também! Depois de contar para a família que é lésbica, Alison Bechdel recebe a notícia que seu pai morreu em circunstâncias que poderiam indicar um suicídio. Na história, ela explora a difícil relação que teve com o pai.


Além de uma narrativa sobre a família, é uma HQ sobre sexualidade e literatura. A autora conta sua história refazendo os passos da criança que cresceu entre os cadáveres da funerária da família à jovem que se encontrou nos livros e na arte. A edição brasileira de Fun Home é da Todavia e tem tradução de André Conti.


4. Nimona

Noelle Stevenson

Nimona é uma metamorfa que fala o que quer, além de não ter limites. Ela sonha em ser comparsa de um grande vilão, o maior que já existiu, mas ele tem escrúpulos e uma deliberada missão. Essa é uma HQ de magia, ciência e ação, mas que provoca muitas reflexões.


A obra é best-seller do New York Times e atualmente a Netflix trabalha em uma adaptação. No Brasil, Nimona está disponível pela editora Intrínseca e tem a tradução de Flora Pinheiro. A autora Noelle Stevenson é a criadora do reboot de She-Ra, também disponível na Netflix.


5. Treze

Camila Abdanur

Olivia vivia muito bem com seus 12 gatos pretos, mas depois de adotar o décimo terceiro, ela recebe a visita de Tina, um ser mágico que lhe oferece três desejos. O problema é que Olivia não sabe o que pedir, por isso, vai ser obrigada a conviver com Tina até descobrir o que realmente deseja.


Todos os 13 atos de Olivia têm nomes de seres fantásticos, como: Fantasma, Vampiro, Unicórnia e Chupa-cabra. Treze é uma HQ curta, rápida de ler e também é uma obra nacional.


6. Goiaba

João Luiz e Nicolas Maia

Nessa HQ emocionante, Caio e João Victor sobem pela última vez juntos no pé de goiaba. João Victor está de mudança, mas deixou para contar para seu melhor amigo só na última hora, enquanto estão comendo goiaba direto do pé.


Goiaba é uma história delicada sobre rompimentos que acontecem na infância, sobre descobertas e também sobre amor.


7. Laura Dean Vive Terminando Comigo

Mariko Tamaki e Rosemary Valero-O’Connell

Freddy está apaixonada por Laura Dean, mas as coisas entre elas não estão indo muito bem. No início, o namoro parecia algo bom, mas logo Laura Dean se mostra insensível e bem cruel. Os amigos de Freddy não entendem porque ela sempre aceita as idas e vindas do relacionamento. Mas, ao receber o conselho de uma vidente, as coisas podem começar a mudar.


Essa é uma HQ sobre um relacionamento abusivo, por isso, a narrativa é delicada e os assuntos podem ser mais pesados. Em entrevista para o Cadê, a autora, Mariko Tamaki e a ilustradora, Rosemary Valero-O’Connell falaram um pouco mais sobre esse e outros assuntos. No Brasil, Laura Dean Vive Terminando Comigo está disponível pela editora Intrínseca e tem tradução de Rayssa Galvão.


8. Bloom: O verão em que o amor cresceu

Kevin Panetta

Agora que o ensino médio acabou, Ari está morrendo de vontade de se mudar para uma cidade grande com os integrantes de sua banda incrível... se ele conseguir convencer seu pai a deixá-lo largar o emprego na padaria da família que está em dificuldades. Embora adorasse trabalhar lá quando criança, Ari não consegue imaginar desperdiçar a vida em meio a massa crescendo e fornos quentes. Mas ao entrevistar candidatos para seu substituto, ele conhece Hector, um cara descolado que adora cozinhar tanto quanto Ari quer escapar de lá. À medida que eles se aproximam enquanto fazem filões de pão, o amor está pronto para florescer... isto é, se Ari não estragar tudo. Em Bloom: o verão em que o amor cresceu, o escritor Kevin Panetta e a artista Savanna Ganucheau inventam uma deliciosa receita de cenas de panificações intrincadamente ilustradas e amor jovem corado, em que as escolhas que fazemos podem ter consequências terríveis, mas as pessoas que nos amam podem nos ajudar a crescer.


 

Tem HQ com protagonismo LGBT para todos os gostos, e olha que aqui a gente só selecionou 8! Quer conferir mais listas? É só continuar navegando no nosso portal!


14 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page